terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

E eu acreditei tanto em tantas verdades por tanto tempo, que já nao consigo decidir se eram verdades minhas, ou verdades que tantos acreditam, mas enfim o importante e que me impulsinaram a criar um caminho, um motivo, uma soluçao mesmo que momentania de ser feliz, de amar...
e como é bom amar...
nao e necesario muito e nem tao pouco para amar, apenas deixar descansar as milhares de mascaras, no canto da sala,
deixar apenas que o corpo fale... os segredos... aqueles segredos...
enfim, que me seja verdade, nada mais...
iasminny martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário