sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011


Ah o amor ... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque...

Carlos Drumond de Andrade

Um comentário:

  1. Acho que o amor nasce do desejo de ser amado.
    Gostei da imagem. Mas as vezes é a borboleta que aprisiona o recipiente.
    Um beijo do observador
    http://www.esconderijo-do-observador.blogspot.com/

    ResponderExcluir