domingo, 29 de abril de 2012

Um dia uma amiga me disse que gostava de mim porque eu também sofria, tinha vida igual a dela do tipo que sofre, chora,ama e tem a vida sempre pelo avesso. Mas hoje eu queria mesmo era uma vida simples igual a das outras garotas, hoje eu já chorei já briguei, já corri sem saber aonde ir, tentei dormir pra ver se os problemas, e essa dor que esta me consumindo também dormia, mas não, a dor ainda está aqui, eu ainda estou aqui. Estou confusa, e confesso tenho todos os medos, medo de não conseguir encontrar as forças, para poder viver melhor comigo mesma, acho que é isso que não estou conseguindo, é admitir que errei, mas foi a maneira de partir, mais a partida foi tão abrupta, que parece que tem uma parte de mim ainda na estrada. Estou levando a vida,deixando que os dias me levem também, to muito infeliz, infeliz que se pudesse gritaria portão a fora. não estou conseguindo me amar, quando acordo me vejo no espelho e não sei se Gosto de mim. não aprendi a ser sozinha, a ir sozinha, a SER sozinha,DESAPRENDI a ser a mulher mesmo, a ter gostos próprios , desaprendi a ser somente eu e meus próprios erros, sem ter que carregar erro dos outros também. Perdi-me no caminho da vida, pulei algumas paginas da minha historia, e to aqui sem saber o que é que a gente tem que fazer para voltar a viver, e como gostar de si mesma novamente. Eu sou complicada mesmo, to aqui escrevendo coisa com coisa, enquanto escrevo tento entender o que importa, mais fico em duvida se o que é mais difícil , encontrar as respostas, ou descobrir quais são as perguntas certas a serem feitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário